Acesse sua Conta

Campo Obrigatório
Digite sua senha

Notícias

05/02/2014

Maravilhas do Rio Grande: Litoral

Litoral gaúcho ganha publicação na revista Navegador Turismo junto de outras atrações do estado do Rio Grande do Sul

  Capão da Canoa: é uma das cidades liorâneas do estado do Rio Grande do Sul, município possui onze balneários, com 19,1 km de extensão norte - sul, divididos em quatro distritos, limitando-se ao leste com o oceano Atlântico, ao sul com Xangri-lá, ao norte com Terra de Areia, e a oeste com Maquiné e Terra de Areia.

  Capão da Canoa destaca-se pela qualidade de vida, tanto no aspecto da saúde,proporcionada pelos recursos naturais, clima e vegetação, quanto pela facilidade de acesso às grandes cidades e região metropolitana. Destaca-se também por ter uma das praias mais tradicionais e badaladas no litoral do Rio Grande do Sul, servindo de palco para o encontro de muitos turistas gaúchos, argentinos e uruguaios, no intuito de curtir um lugar ao sol nesta bela praia.

Em suas praias existem áreas apropriadas para o surfe, a pesca e para o banho. Por ter um belo visual, principalmente ao amanhecer e ao anoitecer, atrai surfistas no inverno e verão, sendo também, um excelente local para bronzear-se ao sol, fazer longas caminhadas e corridas a beira-mar. 

Capão da Canoa atualmente, possui uma ampla rede gastronômica, com restaurantespizzarias e churrascarias. Em termos de lazer, existem alguns shoppings, que abrem no inverno e no verão, e os shoppings que funcionam somente no verão. Há também boliche, casas noturnas, diversas praças, parques de diversões aquáticas, peças de teatro, Casa de Cultura Erico Verissímo e o Garota Verão (evento que escolhe a mais bela garota representante dos municípios do Rio Grande do Sul). Para quem pretende praticar esportes, existem quadras de vôleifutebol e basquete, todas à beira-mar.

 Torres: É um município situado no extremo norte do litoral Atlântico do estado do Rio Grande do Sul. A paisagem da cidade se destaca por ser a única praia do Rio Grande do Sul em que sobressaem paredões rochosos à beira-mar, e por ter à sua frente a única ilha marítima do estado, a Ilha dos Lobos.

O sítio da cidade foi habitado pelo homem desde milhares de anos atrás, que deixou testemunhos físicos na forma de sambaquis e outros achados arqueológicos.

 Em relação ao Turismo segundo dados da Prefeitura, Torres atualmente recebe entre dezembro e fevereiro "400 mil turistas, o número de veranistas fixos durante o veraneio está em torno de 100 mil, e vem aumentando consideravelmente a cada ano". A população flutuante no verão pode chegar a 200 mil pessoas. A cidade, por isso, já desenvolveu sólida infra-estrutura turística, com grande número de hotéis de todos os níveis e tipos, incluindo pousadas e hotéis para cães, e boa oferta de serviços.

Maquiné: um município litorâneo mas fora da orla marítima, do outro lado da BR-101, Maquiné aposta no turismo como uma alternativa para o seu desenvolvimento. O turismo ecológico é o carro-chefe de Maquiné.

Entre suas principais atrações estão inúmeras cascatas e as enormes reservas de Mata Atlântica lá existentes. A visita a essa cidade pode ser um bom complemento para quem quiser conhecer algo mais do que praias e lagoas durante uma viagem ao litoral gaúcho.

 

Duas das maiores cascatas de Maquiné, a Garapiá, a 12 quilômetros do centro, com 8 metros de altura; e a Escangalho, a 6 quilômetros, com 70 metros de altura, têm acessos em estrada de chão em bom estado. Essas duas cascatas são formadoras do rio Maquiné, onde outra atração são as fortes corredeiras. Suas nascentes são formadas com as mais puras águas do Rio Grande do Sul, existindo água potavel em todo curso de seus rios.

Tramandaí: é uma cidade praticamente cercada por lagoas, que chegam a alcançar Capão da Canoa, todas interligadas. É o balneário mais popular do Rio Grande do Sul, freqüentado por pessoas de todas as regiões do Estado.

Nessa cidade as principais atrações para pessoas de outros Estados não estão na beira da praia. Como em todo o litoral gaúcho, com exceção de Torres, a beira do mar não tem maiores atrativos além da praia propriamente dita.

Como a cidade é cercada de lagoas, aproveita-se  para fazer um passeio de barco principalmente pela Lagoa Tramandaí. Você encontra inúmeras opções para contratação desses passeios nas imediações da ponte sobre o próprio rio Tramandaí, dividindo esta cidade de Imbé. Na margem desse rio, do lado de Tramandaí, também existem diversas mini-plataformas de pesca, bastante procuradas durante a temporada de veraneio, principalmente para a pesca da sardinha. Na plataforma marítima, de maior porte e que entra algumas dezenas de metros mar adentro, a pesca é um privilégio de sócios, mas é possível visitação e, durante a temporada de veraneio, exisem alguns planos especiais para não sócios.

 

Fontes: http://www.riogrande.com.br/turismo/litoral_tramandai.htm

                http://www.riogrande.com.br/turismo/litoral_maquine.htm

                http://www.riogrande.com.br/turismo/litoral_torres.htm

                http://www.riogrande.com.br/turismo/litoral_capao_.htm

 

Nosso portal não possuí departamento de jornalismo, apenas replicamos as notícias e publicações de outros, portais, sites e blogs com fim informativo, não tendo intuito lucrativo, reservamos aos seus respectivos autores todos os direitos de autoria tanto da matéria quanto das imagens, citados sempre no campo "Fonte:".

  • Tramandaí

  • Capão da Canoa

  • Torres

  • Pier de Tramandaí

Previsão do Tempo

© 2017, Navegador Turismo, Todos os direitos reservados.
E-mail: contato@navegadorturismo.com.br
Tel.: (55) 9987-6674 com Joel ou 9907-3637 com Daniel